Começando pelo começo.

Quando você pensa sobre adoção qual a primeira coisa que lhe vem à cabeça? Para cada um pode vir uma infinidade de sentimentos, sensações, expectativas e possibilidades. Vamos começar a organizar tudo isso? Como?! Começando pelo começo.

O que significa “adoção” para você? Não pense na resposta que você daria a alguém, pense e sinta na resposta que vem de dentro. O que significa adoção para VOCÊ. Talvez essa resposta não venha de imediato, até porque não existe certo e errado para essa pergunta, existe o que você sente sobre isso. Esse é o começo.

Encontrado o começo, vamos para próxima perImagemgunta: por que você quer adotar uma criança? Novamente parece uma resposta simples. Pense de novo, a resposta pode não ser tão simples assim.  Qual a sua real motivação para adotar: incapacidade de gerar um filho biológico? Desejo de aumentar a família? Acha um gesto bonito? Independente qual seja a sua motivação ela precisa ser sincera e estar clara antes de qualquer passo seguinte.

Assim como qualquer gestação, quanto mais desejado e planejado for um filho, melhor para todos. A grande diferença é que nenhuma adoção chega de surpresa. Na adoção não há escolha: é preciso planejar. Existem passos burocráticos a ser seguidos exigindo dos pais um planejamento diferente de uma gravidez biológica. A espera e a chegada do filho adotivo envolvem questionamentos, sensações e sentimentos diferentes de uma gestação (falaremos disso no próximo texto), por isso é importante que você esteja preparado para lidar com tudo isso.

Não há mal nenhum em se questionar, em pensar de novo, e de novo, e de novo. Os motivos que vem de fora passam, mas a certeza que vem de dentro é o que lhe dará suporte para lidar com as milhares de sensações e sentimentos que esta nova vida lhe trará. Esse é apenas o começo, por isso, pense, repense, questione e, principalmente: sinta a adoção dentro de você!

 Lívia Oliveira – Psicóloga

Dúvidas e perguntas no Consultório Virtual

Anúncios

6 comentários sobre “Começando pelo começo.

  1. No meu caso o primeiro passo veio após o sofrimento de não conseguir gerar, conseguir encontrar dentro de mim um amor incondicional, que vai além do cordão umbilical, não fui afim de fazer um gesto de bondade e sim dar, receber um amor de mãe para com o filho, sentir a alegria de uma criança numa casa. Fácil ninguém nunca disse que seria, então, estou seguindo com pé no chão e com o coração cheio de esperança que Deus tem algo bem maior reservado pra nós.

    • Oi Taisa, ser mãe é maravilhoso e posso te dizer que o amor é tão intenso que vale a pena cada dia esperado e cada lágrima derramada. A gestação do coração também tem sua beleza, vc vai ver… grande beijo, Luciane.

  2. TENHO TRES FILHOS E DIGO Q SÃO MEU MAIOR TESOURO AJUNTADO NA TERRA,5 NETOS MEUS FILHOS SÃO TODOS DE MAIOR E SEMPRE QUIS ADOTAR UM OU CRIANÇA POIS SEI Q ELAS NOS DA ALEGRIA E TENHO MUITO AMOR PR DAR E SEI Q NOS IREMOS RECEBER …. TENHO 46 ANOS E TER FILHOS É MARAVILHOSO E QUERO TER 2 FILHOS DO CORAÇÃO E SEI Q DEUS VAI SUPRIR O DESEJO DO MEU CORAÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s