Participação no blog Cheguei ao Mundo – Ligeiramente Grávida do Coração – Luciane

Oi gente, pra quem quiser conferir nossa participação no blog Cheguei ao Mundo da atriz Fernanda Rodrigues, segue link e trecho do post:

“A adoção na nossa família não foi um plano B, temos convicção que nossa família foi e está sendo formada por um plano de Deus. O Noah nasceu pra nós há dois anos e é muito amado por toda nossa família. Ele certamente chegou na nossa vida para cumprir um próposito. Hoje nós temos uma missão, espalhar para quem quiser ouvir que uma família formada pela adoção é tão feliz e especial quanto qualquer família. Como disse o pastor coreano Lee Jong­rak: “Eles não são desnecessários no mundo. Deus os enviou aqui com um propósito.” (do filme “The Drop Box”)”

Leia na íntegra no blog Cheguei ao Mundo clicando no link: http://chegueiaomundo.com.br/to-gravida/ligeiramente-gravida-do-coracao-luciane/

Obrigada Bel pelo carinho e atenção especial.

Beijos, Lu  

#‎adoção ‬‪#‎bloggravidezinvisivelporaí‬ ‪#‎blogchegueiaomundo‬

Fonte: http://chegueiaomundo.com.br/to-gravida/ligeiramente-gravida-do-coracao-luciane/

Adoção: plano B ou plano de Deus?

Queridos, compartilho com vcs esta mensagem pois nem todas as pessoas vêem a adoção desta forma, mas assim eu acredito. Nossa família não foi formada por um plano B, ela foi e continua sendo formada por um plano de Deus. Beijos, Lu


Ester foi adotada.

Moisés foi adotado.

Jesus foi adotado.

Adoção: Plano B… ou… plano de Deus?

Foto: Paula Roselini

Foto: Paula Roselini

Lançamento! Camiseta babylook Keep Calm estou grávida do coração

Queridas gestantes do coração,

Olha a super mega novidade que temos pra vcs!!!

Camiseta baby-look Keep Calm estou grávida do coração:

Branca_1

Frente

Costas

Costas

Encomende já a sua! Faça o seu pedido na loja http://gravidezinvisivel.iluria.com/

Atualmente dispomos de 2 formas de pagamento:
– Depósito em Conta ou Transferência Bancária
– Paypal

Em caso de Depósito ou Transferência, efetue o pagamento no valor total do seu pedido, incluindo o frete. Informe através da sua conta de cadastro aqui na loja ou envie o comprovante com o número da compra para o email loja@gravidezinvisivel.com
Dados bancários:
Banco Caixa Econômica Federal (104)
Agência: 0442
Operação: 001 Conta Corrente

Conta corrente: 6909-6

Outras informações: loja@gravidezinvisivel.com

Beijos, Lu

Enjôos da gestação do ♥

Esta semana comecei a sentir os enjôos da minha segunda gestação do coração. Na minha primeira gestação do coração estes enjôos começaram “coincidentemente” 9 meses antes do meu primeiro filho nascer. (Constatei isso relendo o meu diário, leia este post neste link).

Para alguns pode parecer bobagem, estranho ou até mesmo loucura, mas o fato é que quando estamos numa gestação do coração os “enjôos” também acontecem, só que de uma forma diferente. Eles aparecem na forma de A-N-S-I-E-D-A-D-E. A ansiedade é tão grande que me deixa enjoada e até mesmo um pouco tonta. Preciso me concentrar na minha respiração e controlar as emoções que estão fluindo no momento para que o enjôo passe. E muita oração….!

Segundo o dicionário Aurélio, ansiedade significa:

1 Comoção aflitiva do espírito que receia que uma coisa suceda ou não.
2 Sofrimento de quem espera o que é certo vir; impaciência.

Já o significado de enjôo é:

1 Mal-estar em que predomina a vontade de vomitar.
2 Náusea.
3 Tédio, repugnância; nojo.

Ou seja, esta comoção aflitiva do espírito que receia que o nosso filho chegue logo, gera impaciência, que por sua vez gera mal-estar e até mesmo náusea. Sim! É isso mesmo que eventualmente acontece comigo durante a gestação do coração.  Mais alguém passou por isso? Tem um trecho de uma música do Lulu Santos que cabe perfeitamente aqui, “Pode até parecer fraqueza, pois que seja fraqueza então…” 

images

Pior é quando imaginamos que nosso filho já nasceu e está por aí em alguma instituição de acolhimento, aguardando que a equipe técnica faça a busca por alguém da família extensa (biológica) tenha interesse na adoção, ou então aguardando que o seu processo de destituição de pátrio poder dos genitores seja concluído… é muita angústia pra uma mãe ou um pai ficar pensando nestas situações e não conseguir fazer NADA afinal ainda não encontramos pessoalmente o nosso filho, não sabemos a sua identidade e não podemos lutar por ele para que o seu DIREITO DE VIVER EM FAMÍLIA COM AMOR E CARINHO seja prioridade.

http://t3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQtvP02vcTxMTkaRwh_XaAhW9H6_1AVmAggKCyWPzR1uQ9oaIQLBg

Enfim, os enjôos são mais reais do que parecem, viu?! Não julgue o seu cônjuge, amigo (a), vizinho (a) antes de entender o que se passa dentro do seu coração. Você também passou por isso? Então compartilha com a gente, assim você me ajuda a explicar esta experiência para os outros, além de me ajudar a não ser a única que relata algo assim, podendo até mesmo ser considerada a louca dos devaneios virtuais 🙂 🙂 🙂

Encerro este relato com muito humor 🙂 e amor

Beijos, Luciane

Adoção: Contando a história da família através de um álbum

Queridos,

Compartilho com vocês a história e a ideia da Karla Karine Mediotti. Pois bem, ela está preparando um álbum de scrapbook da família super legal!! 

Lembram do post sobre o diário da adoção no qual contamos um pouco sobre como é a técnica do scrapbook? Segue o link: http://gravidezinvisivel.com/gravidez-do-coracao/a-importancia-do-diario/ 

Vale a pena conferir o relato dela!

Beijos com carinho, Lu


Nossa história com adoção começou assim que começamos a namorar e falei para o Bruno que queria adotar. Sempre sonhei em adotar, nunca me imaginei grávida… Mas até então queríamos adotar um bebê. Somente nesse ano, ao receber em minha sala de aula uma aluna de 5 anos que estava abrigada, que tudo mudou…
IMG_2207234362037_resized
Fomos visitar o abrigo e conhecemos outras crianças “maiores” abrigadas. Nesse momento tudo mudou pois percebemos que crianças abrigadas não são tão independentes quanto achavámos que eram. Muito pelo contrário, percebermos que quanto mais “velhas” as crianças forem, mais abertas estão para uma aproximação!!!
 IMG-20141222-WA0118_resized
Então, a saga começou em março quando entregamos toda papelada. Em Junho fizemos o curso. Em Outubro fizemos a entrevista com o Assistente Social, quando traçamos o perfil: menina de até 8 anos, e, logo recebemos a visita em casa. Por fim, em Janeiro do ano que vem passaremos pela avaliação psicológica.
Com o passar do tempo a ansiedade passou a bater então não consegui me segurar mais e comecei a preparar o que dava, então comecei a registrar tudo que IMG-20141222-WA0117_resizedfazíamos para depois fazer um scrapbook. Essa semana passei numa lojinha que amo e vi esse livrinho de scrap que dá pra levar na bolsa e comprei lógico… cheguei em casa e resolvi 20141221_195930_resizedfazer o álbum pois acho uma boa apresentar a família em fotos pra não ser tão surpresa o primeiro encontro. Então fiz o scrap da família, tem até as dogs rsrs, e agora penso em completar com fotos da nossa casa e dos preparativos que estamos fazendo! 20141221_200047_resized

Obrigada pelo carinho e parabéns pela iniciativa do site, com certeza está ajudando e inspirando muitas pessoas assim como me inspirou a fazer um álbum da gravidez do coração quando nos habilitarem!
Beijos, Karla
 20141221_200111_resized

Novidade! Camiseta oficial do blog!

Gente querida, estamos com uma super novidade! As camisetas oficiais do blog estão em produção!

Nossa loja virtual ainda não saiu do forno, mas logo logo estará pronta! Por isso divulgo através deste post.

Gravidez da Adoção - versão final

Comprando uma camiseta no valor de R$ 30,00 + frete*, além de adquirir o produto exclusivo do blog “Gravidez Invisível”, você também estará:

1º) Divulgando a causa da nova cultura da adoção no Brasil

2º) Divulgando a existência da gestação do coração

3º) Colaborando na manutenção e atualização do blog para alcançarmos mais pessoas

4º) Colaborando para futura publicação do livro “Gravidez Invisível” que ainda está em desenvolvimento

Envie o seu pedido por email para luciane@gravidezinvisivel.com com quantidade e tamanho P, M ou G, e também com o endereço e CEP para que possamos calcular o valor do frete*. Os dados bancários serão enviados na confirmação do pedido.

frete2

Frase atrás da camiseta:
gravidez da adoção se dá no coração, 
este órgão que fica localizado no peito e que está cheio de 
sentimentossensibilidadeafeição e amor 
por um ser que não foi gerado embaixo dele, mas DENTRO dele. 
Temos consciência da realidade desta gestação, 
adquirimos muita coragem para enfrentá-la 
e aprendemos a mensurar o seu valor 
durante o tempo de espera.”
Especificações do produto:

Camiseta branca – Fio 30/1 penteado, com malha 100% algodão, 170g, 25 tramas (Trama é a quantidade de vezes que os fios se cruzam por polegada na malha). Costuras de ombro a ombro e mangas reforçadas. O fio 30/1 é de menor espessura, isto é, considerado um fio de melhor qualidade na indústria têxtil, por ser mais leve. É denominado penteado por ser um fio totalmente tratado proporcionando maciez e sedozidade ao tecido, com tramas fechadas, sem transparência, com reforço de costura nos ombros.

Tamanhos >> dica! pegue uma camiseta que fique boa em você e compare as medidas:
Tamanho Comprimento Largura
P 70 cm 52 cm
M 71,5 cm 55,5 cm
G 73,5 cm 58 cm

Obrigada pela atenção e fico no aguardo dos pedidos! Depois quero ver as fotos, hein?!

Beijos com carinho,

Luciane

Participação no blog Macetes de mãe – Minha escolha foi adotar, por que não?

Queridos,

Compartilho o link da minha participação no blog Macetes Mãe da querida Shirley.

logo-macetes-de-mae

http://www.macetesdemae.com/2014/11/depoimento-minha-escolha-foi-adotar-por-que-nao.html

Mais uma vez grata pelo espaço e pela honra de compartilhar sobre a minha caminhada e visão sobre adoção.

Luciane5-600x600

Vamos lá, muito ainda a realizar em prol da nova cultura da adoção no nosso país.

Beijos com amor,

Luciane

Teste: você está pronta para pensar em adoção?

Bem legal o teste do site IG 🙂

Responda às perguntas e entenda quais devem ser os motivos para adotar um filho

http://delas.ig.com.br/filhos/teste-voce-esta-pronto-para-pensar-em-adocao/n1597654707300.html

* IMPORTANTE: o resultado do teste não substitui a avaliação feita pelas Varas da Infância e Juventude.

* FONTES CONSULTADAS: psicóloga Soraya Pereira, presidente do Projeto Aconchego de Apoio à Adoção; assistente social Karla Alevato, da Associação Civil Quintal da Casa de Ana; assistente social Pilar M. Salvador, da Vara da Infância e Juventude do Fórum Regional de Santana, São Paulo.

Fonte: http://delas.ig.com.br/filhos/teste-voce-esta-pronto-para-pensar-em-adocao/n1597654707300.html

Participação no blog Mommy’s Place – Por onde começar quando se quer adotar?

Queridos,

compartilho com vocês um texto que foi publicado no blog Mommy´s Place.

Beijos, Lu

logo

http://www.mommysplace.com.br/site/milassuntos/2014/11/por_onde_comecar_quando_se_quer_adotar

Por onde começar quando se quer adotar?

17/11/2014 – Por Luciane Cruz – Gravidez Invisível

Sabemos que o processo adotivo no Brasil não é algo simples, e para quem tem a curiosidade de saber como acontece, de uma olhada como funciona o processo. Luciane que é autora do blog Gravidez Invisível trouxe para nós o passo-a-passo dessa batalha diária que muitos casais, mesmo se dispondo a amarem e educarem uma criança, enfrentam no nosso país para realizar o sonho de serem pais e mães.

Se você decidiu vivenciar a maternidade e/ou paternidade através da adoção entendo que já tenha passado pela fase inicial de questionamentos sobre o assunto. Entendo também que você já chegou a conclusão de que o vínculo afetivo entre pais e filhos é mais forte do que a hereditariedade, e,  que você já tem a compreensão de que seja filho biológico ou filho adotivo, o seu filho é sua responsabilidade e ponto final. Não há possibilidade de devolução caso não atenda as suas expectativas, afinal se fosse um filho biológico você devolveria para quem? Pra barriga? Pra Deus? Parece absurdo mas acontecem casos de devolução.  É sempre bom lembrar que não existem filhos perfeitos porque não existem pessoas perfeitas.

http://goo.gl/ho2oZe

Enfim, vamos para o passo a passo do processo de adoção!!!

Vara da Infância e Juventude e lista de documentos

O primeiro passo quando se decide adotar é ir até a Vara de Infância e Juventude da sua cidade e solicitar a lista de documentos que deverão ser apresentados para dar entrada ao processo de habilitação para adoção. São documentos relativamente simples tais como RG, CPF, comprovante de residência, comprovante de renda, certidões cível e criminal, uma foto sua, foto da família, etc. Se você for casado (a) seu cônjuge deverá entregar os mesmos documentos.

Preparando a documentação e se habilitando através do curso preparatório para adoção

O próximo passo é preparar toda esta documentação e entregar na Vara da Infância e Juventude e então aguardar o andamento do processo. Nós preparamos todos os documentos e entregamos também um álbum com fotos nossas, da família e da nossa casa. Após uma primeira análise da documentação chega a fase do curso de preparação psicossocial e jurídica para adoção. Quando eu entrei com o processo em 2011 na minha cidade ainda não tinha este curso, uma pena! Mas estudamos muito em casa com livros, pesquisas na internet, etc. Aproveite ao máximo este curso inclusive para fazer amizades que serão muito valiosas durante todo o processo de “gravidez do coração”.

Batelada de entrevistas, visita da assistente social e definição do perfil da criança

Posteriormente você será convocado para entrevistas com a equipe técnica. Nesta fase varia muito o número de entrevistas, mas você passará por entrevistas com assistente social e psicólogo (a). No meu caso, entrei com o processo junto com meu marido, então além das entrevistas individuais fomos convocados para entrevistas como casal. Tivemos duas individuais para cada um, em seguida duas juntos, depois mais uma individual com cada um e para encerrar uma com os dois juntos. A assistente social foi até a nossa residência sem aviso prévio, como não tinha ninguém em casa (estávamos trabalhando) ela deixou uma notificação. Quando entramos em contato a respeito ela marcou nova entrevista no próprio fórum, mas é muito comum que as visitas em casa aconteçam. A última entrevista é para definição do perfil da criança. É possível definir o sexo, a faixa etária (saiba que se você definir até 3 anos e a próxima criança para adoção tiver 3 anos e 1 dia você não será chamado), o estado de saúde, a etnia, se aceita grupo de os irmãos, cidades/estados que poderiam viajar para encontrar a criança, etc. Quando a criança tem irmãos, a lei prevê que o grupo não seja separado. Encerrando esta fase, a equipe técnica preparará um laudo que será encaminhada ao Ministério Público e ao juiz da Vara de Infância.


http://goo.gl/vdmT9D

Laudo técnico e decisão judicial

A partir do laudo da equipe técnica da Vara e do parecer emitido pelo Ministério Público, o juiz tomará sua decisão. Pode acontecer do juiz solicitar novo documento, nova entrevista, enfim, cada caso é um caso, mas quando o processo for DEFERIDO, você receberá um documento chamado “Habilitação para adoção” e o seu nome será inserido no CNA –  Cadastro Nacional de Adoção. Aqui cabe dizer que você recebeu o teste positivo de gravidez do coração, então: “Parabéns, você está grávida ou vocês estão grávidos!”

Habilitação na mão

Bem, agora que você está com a habilitação, deverá aguardar até que a equipe técnica tenha em mãos o processo de uma criança (ou mais) que foi colocada para adoção que tenha o perfil compatível com o perfil definido por você anteriormente. Isso respeitando a ordem cronológica dos pretendentes na fila (CNA). Aqui precisamos ter muita CALMA. A gravidez da adoção pode levar meses ou anos, dependendo do perfil definido. Foi nesta fase que que eu me senti sem referência e acabei tomando a decisão de iniciar um blog chamado “Gravidez Invisível”(www.gravidezinvisivel.com) pois foi justamente assim que me senti, grávida e super feliz mas sozinha e muito ansiosa! E o que agravou muito esta situação é que as pessoas ao meu redor não entendiam essa situação, alguns nem percebiam que a adoção também tem uma gestação, invisível mas muito real. Em virtude disso, tenho estudado muito e buscado algumas referências no exterior e a cada dia tenho aprendido que nós podemos vivenciar esta gestação do coração com mais leveza e alegria, desfrutando da sua beleza também.

Espero que o texto tenha esclarecido as suas dúvidas sobre o processo de adoção. Para mais informações consulte o site da Vara da Infância e do Adolescente da sua cidade. Você também é meu convidado para acessar o blog www.gravidezinvisivel.com e curtir a nossa fanpage www.facebook.com/gravidezinvisivel.com onde tenho como objetivo principal desmistificar a maternidade através da adoção, visando contribuir para a nova cultura da adoção no Brasil.

Parceria:

Luciane Cruz
Mãe, esposa e autora do blog “Gravidez Invisível”
Blog: www.gravidezinvisivel.com
Facebook: @gravidezinvisivel

Fonte: http://www.mommysplace.com.br/site/milassuntos/2014/11/por_onde_comecar_quando_se_quer_adotar

Adoção e Parto do Coração – participação no blog Maternidade Sonhada

Queridos,

Este mês conheci a querida Taci que é autora do blog Maternidade Sonhada. Após um elogio que ela fez em uma entrevista que dei para outro blog, entrei em contato com ela para agradecer e nos identificamos muito! Como ela mesmo relata muito bem, por um lado ela, que sempre quis engravidar e lutou muito até finalmente conseguir, e do outro eu, que sempre pensei em ser mãe através da adoção. Uma troca riquíssima de experiências através de poucos e-mails que nos fez sentir muito próximas mesmo sem nos conhecer – ainda – pessoalmente. (palavras da Taci!)

Compartilho com vocês o link do post no blog Maternidade Sonhada com alegria e gratidão pelo espaço e carinho:

http://www.maternidadesonhada.com.br/#!Parto-do-Coração/cu6k/27820190-18CA-4D8A-8F83-67C2ACE8B136

d46b2b_24a6cdc3762b441bbfe057137a522e7a.jpg_srz_p_500_500_75_22_0.50_1.20_0

Segue link da fanpage https://www.facebook.com/maternidadesonhada

Cada dia que passa tenho mais certeza de que esta missão está apenas começando, e que podemos sim, pouco a pouco colaborar para uma nova cultura da adoção no nosso país.

Beijos com carinho,

Luciane