Como gerar mais coragem

Hello gente!!

Esses dias recebi um email da Paula Abreu com esse assunto: “Como gerar mais coragem”.

E olha que linda a mensagem…. essa é pra pensar!!! … e gerar mais coragem 🙂

Ou você vai deixar o medo te impedir de viver a sua vida dos sonhos?

Beijos, Lu


Luciane,


Em julho de 2008, fui habilitada para adoção de duas crianças de sexo, idade e raça indiferentes, com até sete anos de idade. Como podia engravidar, não fazia questão de um bebê e tinha certeza de que o Fórum nunca me entregaria um.

No dia da minha habilitação, a psicóloga do Fórum me ligou para dar os parabéns e me deu uma previsão de espera de dois anos e meio para a adoção. Corta para quinze dias depois. Quinze. Estou no meu trabalho e, por volta de duas da tarde, recebo uma ligação. É a assistente social:

  • Oi Paula, temos um bebê de menos de um mês disponível para adoção, você quer conhecê-lo?

    Três horas depois, eu tinha um filho de 20 dias.Meu filho veio pra casa com a roupa do corpo, sem sequer uma chupeta ou mamadeira. Como eu não esperava um bebê, não tinha absolutamente nada. O que as mães biológicas normalmente têm nove meses para planejar, comprar e preparar, eu tive que resolver em uma hora.

    Na época, um monte de gente me falou: “Nossa, você é muito corajosa!” (que, aliás, é a mesma coisa que eu escuto hoje sobre ter largado tudo e mudado de vida).

    Mas agora vou contar um segredo pra vocês: eu MORRI de medo.

    Adotar um filho me ensinou que coragem não é a ausência de medo, mas sim a força que te move a agir mesmo assim. É saber que tem outra coisa ainda mais importante que o medo.

    Muitas vezes, diante do medo, a gente dá um passo atrás e desiste daquilo que a gente quer. Muitas dessas vezes, nem nos damos conta do tipo de exemplo que estamos dando, também, para os nossos filhos.

    Por que será que isso acontece? E como combater esse medo?

    Essas e outras questões eu respondo no segundo vídeo do mini-curso sobre como escolher uma vida nova e melhor. Para assistir, clica aqui.

    Ou você vai deixar o medo te impedir de viver a sua vida dos sonhos?

    www.escolhasuavida.com.br/pesv/como-gerar-mais-coragem

    Com amor, Paula

    Autora, Escolha Sua Vida, Paixão: Modo de Usar, A Aventura da Adoção, Primavera Eterna, Fundadora, Programa Escolha Sua Vida

2 comentários sobre “Como gerar mais coragem

  1. Meu irmão
    Meu irmão hoje tem 20 anos, mas ele nasceu no nosso coração muito antes disso. Desde as minhas primeiras memórias de infância, lembro-me dos meus pais dizendo a minha irmã e a mim que, um dia teríamos um irmão adotivo. Eles nos contavam que desde que eram namorados, tinham o desejo de ter dois filhos biológicos e adotar um terceiro. Esse projeto familiar sempre fez parte de nossas vidas e nunca foi imposto por meus pais, mais aberto ao dialogo familiar. Então quando chegou o momento da chegada de meu irmão tudo aconteceu de maneira muito natural. Nunca esquecerei aquele dia………Eu tinha doze anos e minha irmã oito, meus pais vieram nos buscar na escola com meu irmão no colo, ele tão pequenino, tão confortável nos braços cheios de amor da minha mãe! Assim foi o inicio de nossa historia….
    Não posso dizer que nossa jornada foi somente cheia de flores. Houve muitos momentos difíceis no caminho. Meu irmão cresceu com vários problemas de saúde e de aprendizagem na escola. Mas esses são problemas que qualquer criança pode ter, sendo adotada ou não. Apesar de tudo hoje ele e um lindo homem, com um talento musical maravilhoso e cheio de amor no coração. Tenho muito orgulho dos meus pais pela decisão que tomaram desde cedo e pelo presente que nos proporcionaram ao trazer meu irmão a nossas vidas. Amor incondicional, respeito ao próximo e generosidade são os maiores exemplos que eles me passaram com a experiência da adoção.
    Acredito que assim como meus pais, existem muitos casais na comunidade que tem a estrutura emocional e espiritual para proporcionar um lar cheio de amor e exemplos positivos para crianças que necessitam de uma família. O que esta faltando talvez seja o nascimento dessa idéia nos seus corações…
    Antes de terminar, gostaria de dizer que não acredito que a adoção seja algo para todos os casais.No meu ponto de vista, essa decisão tem que ser tomada em conjunto e nunca ser imposta por uma pessoa só. Ela deve ser gerada de um desejo mutuo do casal que seja baseado em muito dialogo e não tomada repentinamente ou impulsivamente.

    • Aldo, obrigada por compartilhar a sua história e também as oportunas colocações: “Acredito que assim como meus pais, existem muitos casais na comunidade que tem a estrutura emocional e espiritual para proporcionar um lar cheio de amor e exemplos positivos para crianças que necessitam de uma família. O que esta faltando talvez seja o nascimento dessa idéia nos seus corações…” e “gostaria de dizer que não acredito que a adoção seja algo para todos os casais.No meu ponto de vista, essa decisão tem que ser tomada em conjunto e nunca ser imposta por uma pessoa só. Ela deve ser gerada de um desejo mutuo do casal que seja baseado em muito dialogo e não tomada repentinamente ou impulsivamente.” Seja sempre bem-vindo! Grata, Luciane.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s