Escolhi ser mãe Por Renata Polombo, do blog Descobrindo a Maternagem

Há poucos dias fui à maternidade visitar uma amiga muito querida que acabara de “ganhar” bebê. Minha filha Natalia foi comigo. Enquanto esperávamos na recepção do hospital para subir para o quarto aconteceu o seguinte diálogo:
 
– Mãe, acho que eu não quero ficar grávida! Acho que eu vou adotar uma criança.
– É mesmo, querida? Porque pensa nisso?
– Ah, mãe! Tem um monte de crianças em abrigos precisando de ajuda…
 
Talvez eu devesse ter ficado orgulhosa da minha filha por ter um bom coração, mas na verdade eu me senti incomodada porque deduzi que ela associa adoção a caridade.
 
ADOÇÃO NÃO É CARIDADE!
 
O dicionário de língua portuguesa Michaelis (2007) define adotar como “tomar como próprio“, em outras fontes li definições de adoção como o “ato de legitimar a filiação através da escolha, da preferência, aceitação, cuidado, consideração”.
 
Eu não adotei porque queria ajudar crianças abrigadas. Eu adotei porque queria ser MÃE. Se quisesse ajudar crianças precisadas eu poderia fazer muitas outras coisas… poderia visitar casas de acolhimento… doar bens materiais… fazer trabalhos voluntários… entre tantas outra coisas… Não estou em nenhum momento desmerecendo ou desconsiderando o valor de ações caridosas, pelo contrário, exalto-as, o que estou tentando dizer é que adotar não é sinônimo de ajudar desfavorecidos.
 
É bem verdade que, principalmente nas adoções tardias, muitas pessoas adotam motivadas pelo desejo de fazer o bem a alguém, de ajudar ou até mesmo movidos pelo sentimento de dó. Eu questiono se esta seria a motivação ideal para adoção, porém não duvido que a partir daí possa se construir um verdadeiro amor.
 
Caridade é pontual, adoção é para sempre!
 
– Naty! Você e seu irmão não são meus filhos porque eu queria ajudar crianças abrigadas. Vocês são meus filhos porque eu decidi ser MÃE e Deus me deu vocês.
 
Não tive respostas. Mas acho que este não foi o fim da conversa…. 
 
*Renata é mamãe blogueira e se define como: “mãe por opção, descobrindo dia-a-dia a maternagem”…
Fonte: http://www.recantodasmamaesblogueiras.com/
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s