Aconchego promove 17º Encontro Nacional de Apoio à Adoção

Aconchego promove 17º Encontro Nacional de Apoio à Adoção

9 de junho de 2012 às 17:20

Mais de mil pessoas marcaram presença ao longo dos três dias do evento, realizado pela primeira vez em Brasília

Com o objetivo de melhorar a convivência familiar e comunitária de mais de 5 mil crianças e adolescentes que estão em instituições de acolhimentos pelo país, a ONG Aconchego realizou nos dias 7, 8 e 9 de junho a 17ª edição do Encontro Nacional de Apoio à Adoção (Enapa), realizado pela primeira vez em Brasília, no Hotel Nacional. A iniciativa faz parte do projeto Fortalecimento da Rede de Apoio à Adoção e Convivência Familiar e Comunitária e conta com o apoio da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda).  O evento reuniu os principais atores que envolvem a temática da adoção com a intenção de firmar um pacto social definido “Unir para cuidar”, dando assim o pontapé inicial para mudar a realidade da adoção no país.

O encontro contou com a presença do ministro-chefe da Presidência da República Gilberto Carvalho; da secretária Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Carmen Silveira de Oliveira; da presidente da Associação Nacional de Apoio à Adoção, Maria Bárbara Toleto Andrade e Silva; do ministro do Supremo Tribunal Federal, Ayres Britto; da secretária adjunta da Secretaria da Criança do DF, Catarina Araújo, e da presidenta da ONG Aconchego Soraya Pereira.

Na ocasião de abertura, o ministro Gilberto Carvalho entregou uma carta da presidente Dilma Rousseff à comissão organizadora do evento, onde manifestou o interesse político de contribuir com a causa. O ministro também falou da importância da iniciativa e compartilhou a emoção de ser pai adotivo de duas meninas: Brenda e Bruna. “Espero que o Enapa seja de fato um pólo de irradiação de uma decisão política da nossa parte do Executivo, como do Judiciário e Legislativo para ampliar e facilitar,  e assim, fazer um movimento de conscientização nacional sobre o processo de adoção, e dessa forma proporcionar a várias outras pessoas a alegria que eu experimento de te der adotado duas meninas que mudaram a minha vida”, declarou o ministro.

Os convidados da solenidade de abertura saudando o público

A relevância do evento também ganhou destaque no discurso da presidente da Aconchego Soraya Pereira. “Precisamos dar voz às crianças e adolescentes institucionalizados. Precisamos rever nossa parcela e buscar soluções para que todos tenham o direito da convivência familiar e comunitária. É um contexto, abandono, que acusa afetivamente e profissionalmente a sociedade. A importância está na união dos poderes para que possamos discutir políticas públicas com vontade de unir para cuidar”, ressaltou.

A presidenta do Aconchego em seu discurso emocionado na abertura do 17º ENAPA
Os presentes no primeiro dia do evento ainda puderam desfrutar de momentos de descontração com a apresentação cultural do grupo Batucar e de uma palestra que envolveu o tema “Unir para cuidar”, proferida pelo professor e teólogo Leonardo Boff, que não pensou duas vezes ao aceitar o convite para debater a questão da adoção no Brasil. “Eu acho que é um gesto de um amor profundo para o ser um humano, especialmente o ser humano mais abandonado que vê privado do direito de ter uma família, um carrinho, um aconchego e de crescer no dialogo com as forças que pai e mão comunica com cada pessoa, que são duas forças que carregamos ao largo da vida,por isso que eu aceitei o convite para reforçar esse movimento”, revelou Boff.

Professor Leonardo Boff encantando o público do 17º ENAPA

Oficinas, debates e seminários interativos
Diferente das edições anteriores do Enapa, a 17ª edição promovida pela Aconchego trouxe uma nova formatação para o evento que ocorre anualmente. Com o intuito de promover a interação e o debate que envolve o tema, os participantes puderam participar de oficinas dirigidas por especialistas que envolvem a área como juristas, psicólogos, assistentes sociais, entre outros. Os temas das oficinas variaram dentro da temática da adoção como políticas públicas, adoções internacionais, devolução de crianças, polêmicas judiciais, entre outras. Além das oficinas, os inscritos também participaram de dois grandes debates interativos, no qual os mais de 150 espectadores virtuais também puderam enviar suas dúvidas, o que para a presidente da Angaad, Maria Bárbara Toledo,  foi um grande avanço do encontro.“Mais importante que a metodologia por oficina foi haver esse paralelo com um congresso virtual, porque muitos participantes e grupos de apoio que não puderam por uma circunstancia ou outra estar aqui vão estar se sentindo dentro, vendo o que está acontecendo, além de participar. O que eu considero um avanço mais que significativo”, aprovou.

O público presente também foi surpreendido com uma homenagem especial, via vídeo, da cantora e madrinha da Aconhego, Elba Ramalho. Comprometida com a causa, além de ser mãe adotiva de três meninas, a cantora ainda se demonstrou interessada pelas discussões realizadas ao longo do Enapa. “Mando um abraço fraternal às pessoas que fazem a ong Aconchego acontecer de forma tão amorosa, dedicada e carinhosa ajudando a sociedade de um modo geral. Espero que esse encontro seja extremamente produtivo e promissor tanto na flexibilidade do Judiciário, na questão da adoção e na questão de dar amparo às crianças e dando assim oportunidade delas terem uma família. Espero que esse evento tenha sito muito proveitoso”, disse.

Carta unir para cuidar

O encerramento do 17º Enapa contou com a formulação de uma carta de compromisso que incluiu os principais pontos discutidos ao longo dos três dias de evento. O documento será entregue aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.  As mais de 20 entidades participantes assumiram conjuntamente o pacto social representado pela carta de compromisso, no qual firma ações voltadas para o envolvimento efetivo para a implementação de ações e medidas visando contribuir para o fortalecimento do Movimento Nacional de Apoio à Adoção e ao direito à convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes. O comprometimento firmado pelos participantes no evento também foi percebido pela presidente da Aconchego, Soraya Pereira, que avaliou positivamente o evento. “Conseguimos alcançar nosso objetivo, que era fortalecer a rede, unir para cuidar. Todos saímos com o compromisso de dar um passo para este ato”, afirma.

A Carta Unir para Cuidar sendo assinada pelos participantes do 17º ENAPA

Fonte: http://www.aconchegodf.org.br/aconchego-promove-17o-encontro-nacional-de-apoio-a-adocao

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s